NO CONTEXTO DE CRISTIANE - RICARDO NOBLAT

30/01/2018

FONTE - BLOG DO NOBLAT

Jefferson, poupe sua filha!

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), a ministra do Trabalho à espera de uma posse que nunca chega, disse que o vídeo que a mostrou em um barco na companhia de amigos nus da cintura para cima foi tirado do contexto. Como tirado? O contexto estava todo lá.

Havia um barco, não havia? E foi aquele que apareceu no vídeo. Havia também quatro rapazes folgazões dispostos a apoiá-la em sua empreitada. E havia ela, Cristiane, que aproveitou a ocasião para dizer o que disse num desabafo espontâneo e desastroso.

Criticou a Justiça do Trabalho ao insinuar que ela aceita causas absurdas. Jurou que não sabia que infringira a lei no caso de dois ex-funcionários que a processaram. Proclamou-se inocente. E, na sequência, os quatro rapagões confirmaram que ela é inocente, sim.

O presidente formal que é Michel Temer, sempre atento à liturgia do poder, deve ter ficado assombrado com o desempenho de sua futura auxiliar se a justiça assim o permitir. Não desconhecia que se trata de uma pessoa refratária a cerimônias. Mas tanto assim, não.

O fato de ser um pai orgulhoso da filha não justifica o empenho do ex-deputado Roberto Jefferson em fazê-la ministra a qualquer preço. Uma palavra dele bastaria para salvar Cristiane de maiores embaraços. Temer lhe seria grato para sempre.

Frame de vídeo de Cristiane Brasil, na praia