O DISCURSO MAIS CARO DO MUNDO - CRISTÓVÃO BUARQUE

08/12/2017

08/12/2017
FONTE - O GLOBO
<O discurso mais caro do mundo
Pode-se dizer que foi um discurso ao custo de R$ 452.500,00 por minuto

No dia 05 de dezembro, o Deputado Tiririca subiu à Tribuna pela primeira vez dizendo que, naquele momento, faria seu primeiro e último discurso de seus dois mandatos.

O discurso foi histórico pela crítica ao trabalho insatisfatório dos parlamentares e ao elevado custo do Parlamento brasileiro, talvez o mais caro do mundo; histórico também porque o desempenho do próprio Tiririca é prova da crítica que ele faz.

Com esse único discurso, sua permanência de 8 anos na Câmara dos Deputados custou ao público o equivalente a R$ 3.620.000,00 em salários, verba indenizatória e ajuda moradia, sem contar as despesas com saúde.

Pode-se dizer que foi um discurso ao custo de R$ 452.500,00 por minuto.

O deputado Tiririca tem razão na sua crítica sobre a indecência na maneira como gastamos, sem dar coesão nem rumo ao Brasil; ele é um exemplo disso.

  Mas não fez justiça ao não reconhecer que há outros que lutam, trabalham e produzem, ou ao menos tentam.

Além de que, há também parlamentares que não usam privilégios, e até alguns que abriram mão do próprio salário por receber aposentadoria na sua profissão.

E há muitos que não roubam, não traficam influência, querem servir ao país, com discursos, debates em Plenário e comissões, fazendo leis e construindo o Brasil.

Pena que esses também, como o Tiririca, estão quase desistindo.


MEU COMENTÁRIO:

A modéstia do autor impediu que ele se auto colocasse entre as raras exceções dos que constituem o lado bom do legislativo federal. 

Infelizmente, não são tantos assim como apregoou o senador que assina o texto. 

São os que justificam pensar que um Congresso ruim é melhor do que nenhum Congresso.