"TEM QUE MANTER ISSO, VIU?" - BERNARDO MELLO FRANCO

31/12/2017

FONTE - FOLHA DE SP 

BRASÍLIA - Em 2017, um gravador indiscreto quase derrubou o governo. O aparelhinho flagrou Michel Temer numa conversa para lá de imprópria com Joesley Batista, que já estava na mira da PF. O empresário teve menos sorte que o presidente e vai passar o Réveillon na prisão. No dia de comer as lentilhas, a coluna relembra o diálogo do Jaburu e outras frases que marcaram o ano.

*

"Tem que manter isso, viu?" - Michel Temer, presidente, dando instruções sobre um ex-deputado em silêncio na cadeia.

"Todo mês" - Joesley Batista, dono da JBS, mostrando que entendeu bem o que tinha que manter.

"Investigação malfeita" - Gilmar Mendes, ministro do STF, criticando as denúncias da Procuradoria contra seu amigo na Presidência.

"Eu vi a fita, eu vi a mala de dinheiro, eu vi a corridinha na televisão" - Luís Roberto Barroso, ministro do STF, rebatendo a crítica do colega.

"Tem que ser um que a gente mata ele antes dele fazer delação" - Aécio Neves, senador, descrevendo o tipo ideal para carregar sua mala.

"Se acabar o foro, é para todo mundo. Aí é todo mundo na suruba, não uma suruba selecionada" - Romero Jucá, senador, sobre a maior preocupação do ano no Congresso.

"Tenho cinco filhos. Foram quatro homens, a quinta eu dei uma fraquejada e veio uma mulher" - Jair Bolsonaro, deputado, lembrando que o que está ruim sempre pode piorar.

"Eu sei que tô lascado, todo dia tem um processo" - Lula, ex-presidente, admitindo que está... lascado.

"Eu não matei Odete Roitman" - Sérgio Cabral, ex-governador, descobrindo um crime que não cometeu.

"Nós não vai ser preso, nós sabemos que nós não vai" - Joesley Batista, empresário, mostrando que não tinha talento para prever o futuro.

"Não sei como Deus me colocou aqui" - Michel Temer, presidente, confundindo Deus com um ex-deputado em silêncio na cadeia.